Em Formosa, Caiado anuncia R$ 112 milhões para ampliação de Hospital Estadual

 

Reforma vai triplicar a área total da unidade, passando de 90 leitos para 240



O Hospital Estadual de Formosa (HEF) é referência no tratamento de diversas patologias e traumas da população do município e cidades que compõem o entorno de Brasília. Para melhorar ainda mais a assistência oferecida aos pacientes, a unidade do Governo de Goiás vai ser ampliada para triplicar a capacidade de atendimento. A nova área construída vai passar de 5.061 m² para mais de 18 mil m² – aproximadamente 3,5 vezes maior do que o tamanho atual.

Nesta sexta-feira (17/06), o governador Ronaldo Caiado e o Secretário de Estado da Saúde de Goiás, Sandro Rogério Rodrigues Batista, compareceram à unidade para a cerimônia que marcou o lançamento das obras de ampliação, que também contou com a participação da direção do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento, organização social responsável pela administração do hospital. 

Durante o evento, o governador Ronaldo Caiado reforçou a importância da obra para a região do entorno de Brasília. “Vocês vão ver o que será do município de Formosa depois que toda estrutura tiver pronta. Teremos novas especialidades e um moderno centro de hemodinâmica para fazer cirurgias cardíacas de alta complexidade”, afirmou.

“Seremos um centro de referência cardiológica aqui na região. A população precisa muito disso. O hospital beneficiará não só a saúde, mas o município como um todo. Com geração de emprego e desenvolvimento da economia”, complementou o Secretário do Estado de Saúde, Sandro Rogério Rodrigues Batista.

O HEF passará por uma reforma estrutural geral. A fachada e a parte interior da unidade serão modernizadas. Com as obras, o HEF ampliará o número de leitos de 90 para 240. No geral, o hospital contará com leitos de observação (geral e trauma), leitos de emergência (geral e trauma), Enfermaria Cirúrgica, Enfermaria Médica, Enfermaria Psiquiátrica, Enfermaria Ortopédica, Enfermaria Cardiológica e Pediátrica. A unidade passará a ter 5 salas cirúrgicas gerais, 3 salas para partos normais e 2 salas para cirurgias obstétricas.

Investimento de R$ 112 milhões

A unidade contará ainda com nova sala de exames e um moderno aparelho de tomografia, ambulatórios e 40 leitos de UTI, sendo 10 Gerais, 10 Cardiológicos, 10 Pediátricos e 10 Neonatais. O laboratório, recepção e todo o bloco administrativo também serão repaginados com o projeto. Para a ampliação do novo hospital, que será entregue para a população de Formosa e dos outros municípios da região do entorno, o Governo de Goiás está investindo R$ 112.111.414,82 (Cento e doze milhões, cento e onze mil, quatrocentos e quatorze reais e oitenta e dois centavos).

A previsão de conclusão é de dois anos. A população não terá de esperar a finalização para ter novos serviços, já que a previsão é de que sejam entregues em fases. Em outubro de 2022 está prevista a entrega da sala de tomografia. Em janeiro de 2023 será do bloco de Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), que terá, além da tomografia, ressonância magnética, raio-x, mamografia, endoscopia, ultrassom, eletrocardiograma e ecocardiograma. O novo ambiente terá tecnologia de última geração para auxiliar no diagnóstico de doenças ósseas ou musculares, identificação de tumores, infecções, coágulos e outros tipos de patologias.

Em setembro do mesmo ano serão entregues a Maternidade de Alto Risco, o Pronto Atendimento, o Centro Cirúrgico e a Clínica Médica. Em fevereiro de 2024 estão previstas as novas enfermarias, laboratório e mais 20 leitos de UTI. Durante o período das obras, todos os serviços do hospital serão mantidos, e nenhum cidadão deixará de ter atendimento.