ENTREVISTA COLETIVA - RACISMO NO FUNDO ELEITORAL


Senhor Jornalista, pela primeira vez neste país, eu, jornalista Walter Brito, candidato a deputado federal por São Paulo, tenho a audácia de convocar toda a imprensa nacional para ouvir deste escriba da política nacional, o maior escândalo de discriminação racial nos 522 anos do descobrimento do Brasil. Trata-se da discriminação racial no sentido de impedir este jornalista de receber os recursos financeiros para minha campanha, os quais tenho direito constitucional de acordo com com as normas do TSE. 

Falei uma vez via celular com a pastora Aparecida, mãe do senhor Eurípedes Júnior e ex-prefeita de Planaltina de Goiás pela PROS, bem como duas vezes, uma pessoalmente e outra de viva voz e via celular com o senhor Fernando, assessor especial do senhor Eurípedes, que mostrou claramente que a cor da minha pele estava impedindo-me de receber os recursos que pleiteei no Valor de R$ 1.500.000 (hum milhão e meio de reais), por isso eu deveria concordar com a proposta do senhor presidente Eurípedes no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais). 

Mesmo sabendo que outros colegas brancos receberam valores na faixa de R$ 500.000,00 e outros amigos do presidente Eurípedes, e até parente dele, tiveram depositados em suas contas mais de R$ 1.000.000 (hum milhão de reais) , inclusive alguns sem o menor conhecimento público no Estado de São Paulo, sem redes sociais em atividade, fundamentais para o sucesso nas eleições da atualidade; e mais, sabedor de que tenho direito como negro de receber em dobro, ainda assim, assinei o recibo no valor de R$100.000,00 (cem mil reais) enviados pela contadora da confiança do sr. 

Eurípedes em São Paulo, Márcia Montanholi, celular abaixo, o que ocorreu há mais de 20 dias e até hoje, 22/9, não recebi nada. A senhora Márcia, a contadora, teve a orientação do senhor Roberto Parillo, homem da total confiança do senhor Eurípedes em São Paulo. E mais, falarei com detalhes sobre a candidatura à presidência da República do senhor Pablo Marçal, abortada pelo TSE, e também de sua vice, minha amiga Fátima Pérola Neggra, indicada por mim para ser vice do Marçal. Além disso, discorrerei sobre o projeto do Marçal, que agora propõe obter 2 milhões de votos para a Câmara Federal, e ainda comentarei sobre o significado da candidatura do senhor Sérgio Camargo, ex-presidente da Fundação Palmares para deputado federal. Espero você jornalista pela democracia racial em nosso país. 

A entrevista coletiva do jornalista Walter Brito e seus amigos ocorrerá amanhã, 22/9/2022, às 16 horas no seguinte endereço: Rua Fernando Albuquerque, 95. RESTAURANTE AFRICANO BIOU'Z. Senhor (a) jornalista, confirme sua presença pelo whatsapp: 61- 996624395 ou 11962245022.


Serviço

JORNALISTA WALTER BRITO. 
DATA: 22/9/2022
HORÁRIO: 16h
ENDEREÇO: RESTAURANTE AFRICANO BYOU'Z - Rua Fernando Albuquerque, 95, Consolação São Paulo - SP 
Contato com Carla Severino, presidente do Conselho de Ética das Favelas do Brasil. Celular(11)987050945 e ( 61) 996624395.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postagem Anterior Próxima Postagem
BRB