Turismo religioso movimenta o Santuário do Caraça durante todo o ano


O Santuário do Caraça, um dos destinos turísticos mais procurados de Minas Gerais, situado entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, repleto de belezas naturais e históricas, também é um local conhecido pelo turismo religioso. O Centro de Peregrinação mantém a tradição espiritual, iniciada pelo Irmão Lourenço, fazendo milhares de pessoas subirem a serra para ter momentos de fé. Além disso, as missas, que são realizadas com frequência, e as celebrações da Semana Santa, são muito procuradas pelos visitantes.

Para Márcio Mol, gerente geral do Santuário do Caraça, o destino turístico tem como característica ser um aconchego para o corpo e a alma, independente da religião, credo ou doutrina. "Aqui é possível vivenciar momentos de paz e reflexão, tanto nas celebrações religiosas, quanto no silêncio que pode ser apreciado quando não há missas na igreja. E o contato com a natureza, que é um alento para quem está cansado das correrias da cidade, é uma oportunidade para fazer um mergulho dentro de si e na espiritualidade", comenta.

As missas são realizadas na Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de segunda a sexta, às 18h, para os hóspedes, sábado, às 18h, também para os hóspedes e aos domingos, às 11h, para o público geral. Uma vez por ano, em um domingo do mês de junho, a missa é celebrada na Capela do Sagrado Coração de Jesus na parte da manhã. "O nosso complexo turístico tem tantos atrativos que às vezes o hóspede vem apenas com a expectativa de conhecer as piscinas naturais, os picos ou vivenciar a experiência da Hora do Lobo, mas, quando chega aqui, percebe que também é possível celebrar a sua fé e conhecer um pouco da história, como exemplo, que as missas aqui são celebradas na igreja neogótica do Brasil, construída sem mão-de-obra escrava, o que é uma exceção para o período em que foi erguida, entre 1876 e 1886", diz Márcio Mol.


Semana Santa

O Caraça é muito procurado por turistas do mundo inteiro durante todo o ano, mas especialmente na Semana Santa, o destino é ainda mais requisitado. "Geralmente, as cerimônias da quinta-feira santa, com o lava-pés, a comemoração da instituição da eucaristia e do sacerdócio, são seguidas da procissão do Santíssimo Sacramento para o altar de Nossa Senhora da Piedade. Na Sexta-Feira Santa, não se celebra a Santa Missa, em recordação da Morte de Cristo, mas há duas outras celebrações: uma, paralitúrgica, pela manhã, a Via Sacra na colina do Calvário. Já a segunda celebração é de tarde, da Morte de Cristo na Cruz.  A Via-Sacra, situada no Calvário, é composta de 14 capelinhas em memória da Paixão do Senhor. Muitas pessoas recorrem a este lugar, em diversas ocasiões, para ter seu momento de meditação, de oração e de encontro com Deus", conclui.

Sobre o Santuário do Caraça

Com mais de 12.000 hectares, a RPPN Santuário do Caraça foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, no ano de 1955, quando passou a fazer parte do rol de bens tombados pela União. Também integra a área destinada às Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço e da Mata Atlântica, reconhecidas pela UNESCO em 2005.

O passado histórico da RPPN – Santuário do Caraça é peculiar, pois uma área excepcional de 12.403 hectares foi mantida em posse de apenas dois proprietários, o Irmão Lourenço de Nossa Senhora e a Congregação da Missão, por mais de 240 anos. A área da Reserva foi constituída pela fusão de quatro propriedades: a original, adquirida pelo Irmão Lourenço por volta de 1770, na qual se acham as edificações principais do Caraça; a Fazenda da Chácara, comprada em 1823, cuja antiga sede não mais existe e que foi, durante muito tempo, o celeiro do Colégio, no antigo caminho de Catas Altas; a Fazenda do Engenho, comprada em 1858, localizada nas proximidades da Portaria de acesso à Reserva; e a Fazenda do Capivari, doada pelo Coronel Manoel Pedro Cotta e por sua esposa, que, por não terem descendentes, legaram sua propriedade ao Caraça em 1870.

Hoje, turistas de todo o mundo visitam o Santuário do Caraça anualmente, seja para momento de descanso, lazer ou pesquisa ambiental e contato com a religiosidade. O local é reconhecido pela sua hospitalidade, tanto que já recebeu por duas vezes, em 2020 e 2021, o selo Traveller Review Awards, da Booking.com, que premia os hotéis mais bem avaliados pelos viajantes de todo o planeta, além da chancela Travellers' Choice 2020, do Tripadvisor, que destaca as avaliações positivas dos visitantes que passaram pelo destino turístico.


Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara -
CEP: 35960-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do cômodo acesso por trem

(Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais)

Taxa entrada:

R$ 20 (em dias de semana)


Finais de semana, feriados e datas comemorativas: R$30 (por pessoa)

Idosos: 50% de desconto

Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara:

R$10 por pessoa (qualquer dia)

Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento)

Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

Instagram: @santuariodocaraca



Livre de vírus. www.avast.com.