O SACASÓ SERÁ LANÇADO NA CIDADE DE SOROCABA

A parceria a favor do ensino de qualidade, entre o Deputado Castello Branco ( PSL – SP) e o jornalista e educador Marcos Amazonas


Por Walter Brito


A quarta cidade do interior de São Paulo, Sorocaba, conhecida como a Manchester Paulista, foi escolhida pelo idealizador da plataforma Sacasó, o jornalista, educador, sociólogo e cientista político Marcos Amazonas para o lançamento oficial da plataforma do referido programa, que ocorrerá no dia 20 de novembro de 2021.


O Sacasó é um fantástico e revolucionário apoio educacional dentro de casa, com o envolvimento dos pais e irmãos mais velhos, que contribuirão com alunos na faixa etária entre 9 e 15 anos do Ensino Fundamental ll, principalmente jovens de classes sociais menos favorecidas, que tiveram dificuldade em acompanhar seus programas escolares no período da Pandemia, considerada por alguns pensadores da educação como geração perdida! Foram dois longos anos em que inexistiram aulas presenciais, e o ensino a distância ministrado pelas escolas públicas e particulares não alcançou de forma efetiva parte significativa da classe estudantil no referido período, especialmente os alunos que não tinham um computador a seu dispor em casa, e ainda o pouco envolvimento de seus familiares, obviamente mais preocupados com a Covid-19 que abalou o planeta Terra.


A plataforma foi pensada por experientes educadores, técnicos e especialistas em alta tecnologia, que desenvolveram 2.100 videoclipes altamente atraentes, que auxiliam os alunos a entenderem de forma rápida e prática as seguintes matérias: Português, Matemática, Ciências, História, Geografia e Conhecimentos Gerais e todos identificados com a BNCC, ou seja, a Base Nacional Comum Curricular. Logicamente a plataforma ajuda de forma eficiente, moderna e didática, o aluno a entender com maior facilidade por meio do auxílio da tecnologia de ponta a sanar dúvidas sem a presença do professor. Está claro por meio de pesquisas científicas que muita coisa ficou para trás na área educacional, e o maior prejudicado foi o aluno do Ensino Fundamental ll ao longo do período que nos pegou de surpresa em janeiro de 2020 e ainda não se sabe ao certo quando vai acabar, visto que a Covid-19 continua vitimando o povo de São Paulo e de todo o nosso país. Acreditamos que somente por meio de mecanismos inovadores como o Sacasó é que poderemos diminuir o protagonismo da pandemia em relação à educação e ao mal que prejudicou tremendamente uma geração de forma tão avassaladora.
A grande vantagem é que os alunos de escolas municipais e estaduais poderão ter acesso à referida plataforma, sem nenhum custo, o que será viabilizado por meio do projeto de lei do Deputado Estadual Castello Branco (PSL-SP). O parlamentar do PSL é também oriundo da educação, inclusive com formação em pedagogia e com mais de duas décadas de atuação na área educacional.


ENTREVISTA COM MARCOS AMAZONAS – IDEALIZADOR DO SACASÓ

O idealizador do Sacasó, aos 17 anos trabalhou no Vila Sésamo – TV Globo e foi o criador e primeiro presidente da MTV


Marcos Amazonas é filho de um advogado que trabalhou por muitos anos no auge da TV Excelsior e também na TV Globo, onde foi responsável pela interiorização da emissora dos Marinho. Por isso, o nosso entrevistado, ainda garoto, já circulava pelos corredores da maior emissora de TV do Brasil. Ele disse: "Eu sou um apaixonado pela educação e tive o meu primeiro emprego aos 17 anos de idade na TV Globo, no Programa Vila Sésamo. Vale lembrar que no início do Vila Sésamo eu tive a oportunidade de fazer um curso de extensão nos Estados Unidos da América, quando conheci com profundidade o popular programa infantil norte-americano, o Sesame Street, que serviu de base para o nosso Vila Sésamo na TV Globo. O objetivo era melhorar o nível das crianças, principalmente as de menor poder aquisitivo, no sentido de usarem o vocabulário de forma correta, além de noções básicas de português, matemática entre outras, o que felicitava o desempenho das referidas crianças na sala de aula", disse.
Sobre o SACASÓ ele argumentou: "O Sacasó foi um trabalho elaborado por mim e uma equipe de competentes especialistas em educação, tecnologia e marketing, quando levamos um bom período para encontrar o melhor caminho. Logo, produzimos 2100 videoclipes de três minutos cada, e todos identificados com a BNCC – Base Nacional Comum Curricular, que mostra clareza, didática e diferentes estratégias para atender a demandas socioemocionais, o uso de instrumentos do mundo tecnológico, entre outros, que certamente vão facilitar a compreensão de todas as matérias do Ensino Fundamental ll. E o melhor, vai unir pais e filhos, quando os genitores participarão com alegria e entusiasmo do aprendizado dos filhos. Trata-se de uma extensão leve e descontraída das aulas nas escolas, para o aluno superar com maior facilidade os dois anos perdidos na pandemia. A plataforma é prática e de fácil acesso. Por meio do projeto de lei do Deputado Castello Branco conseguiremos facilitar mais ainda para um grande número de estudantes, e breve em todo o Estado de São Paulo. Lançamos em primeira mão em Sorocaba e em seguida nos demais municípios de São Paulo. Desta forma, graças ao ilustre Deputado Castello Branco, que também é um educador, será tudo a custo zero para o aluno".
Como se vê, a parceria do Deputado Castello Branco tem tudo para ser um grande Case e contribuir de forma forte para ajudar a salvar os dois anos perdidos na área educacional no Estado de São Paulo e no Brasil. Desejamos sucesso ao Deputado Castello Branco que, com o apoio de seus pares na maior Assembleia Legislativa do Brasil, tem tudo para aprovar em tempo recorde um projeto de lei de tamanha importância.
Agradecemos ao Marcos Amazonas pela bela e esclarecedora entrevista, ao tempo que o parabenizamos por pensar junto com o parlamentar e sobrinho-neto do marechal Castello Branco, ex-presidente da República, um projeto do tamanho que o Brasil merece, que é a educação de qualidade igual para todos e de forma especialíssima, em tempo de pandemia!